Dados criminais foram divulgados nesta quinta-feira (11) pela Secretaria da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Cai o número de homicídios no DF. Em abril foi menor nos últimos 12 anos

Os números de homicídios no Distrito Federal tiveram queda em abril deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. No último mês, foram registrados 36 casos, contra 54 em 2016, o que indica redução de 33,3%. Esse tipo de crime foi o que teve a maior diminuição entre os apresentados nesta quinta-feira (11) pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social.

barra-radar

letra-em série histórica, o número de homicídios computado em abril deste ano é o menor para esse mês nos últimos 12 anos. Homicídio, latrocínio (com 6 casos em 2016 e 2 em 2017) e lesão corporal seguida de morte (com 1 caso em abril de 2016 e nenhum em 2017) estão no grupo dos crimes violentos letais intencionais, cuja queda foi de 37,7% em abril, em relação ao mesmo período do ano passado.

O secretário da Segurança Pública e da Paz Social, Edval de Oliveira Novaes Júnior, atribui as quedas ao conjunto das forças de segurança envolvidas e ao “trabalho científico de avaliação da hora e do local do evento e onde o policiamento tem de ser aplicado e onde a investigação tem de ser feita”.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, 76% dos homicídios são praticados com arma de fogo. Neste ano, já foram apreendidas 819 armas dos mais diversos calibres. “Como tem essa correlação muito forte entre arma de fogo e homicídio, esse é um dos motivos da redução dos homicídios”, disse Nunes, ao explicar que para cada tipo de crime há uma estratégia diferente.

A integração entre as forças também foi reforçada pelo diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal, Eric Seba de Castro. Ele destacou o cumprimento de mandados de prisão preventiva. Apenas nesta semana, de acordo com ele, foram 34. “Isso impacta diretamente, porque são pessoas que estão sendo tiradas das ruas, que cometeriam crimes”, disse.

Postado por Radar

 

JUSTIÇA DETERMINA O FUNCIONAMENTO DO METRÔ

Decisão judicial garante funcionamento do Metrô, nesta quinta-feira (9), com 90% de sua capacidade nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *