ELEIÇOES NO ENTORNO: Cidades terão reforço na segurança para eleições municipais deste domingo

tiroteio-em-itubiaraPM promete segurança total em Santo Antonio do Descoberto, onde ocorreram assassinatos de candidatos e TRE proíbe  realização de carreatas neste sábado.

linha

letra-aComissão de Segurança Permanente da Justiça Eleitoral, formada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), Polícia Federal, Polícia Civil, Ministério Público Federal e Polícia Militar, divulgou nesta sexta-feira (30), em Goiânia, como será o esquema de trabalho para as eleições municipais. No total, 246 municípios goianos vão escolher seus próximos prefeitos e vereadores no próximo domingo (2).

A Polícia Militar de Goiás informou que, no total, 10 mil policiais serão deslocados para reforçar a segurança em 17 regionais do estado. A partir das 18h deste sábado (1º), os militares já farão a guarda de 2.497 locais onde estarão as urnas de votação.

á o coronel Anésio Barbosa da Cruz Junior informou que, ao todo, 50 cidades goianas solicitaram um reforço mais efetivo de segurança. Entre elas estão municípios como Aparecida de Goiânia, Uruaçu, Formosa e Jataí.

Além disso, em Itumbiara, no sul do estado, onde um atentado matou o candidato a prefeito José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, conhecido como Zé Gomes, e o policial militar Vanilson João Pereira, de 36, haverá o reforço de tropas do Comando de Operação de Divisas (COD) e do Grupamento Aéreo (Graer). O atentado também deixou dois feridos, entre eles o vice-governador de Goiás, José Eliton Júnior (PSDB), de 44.

Mortes e desaparecimentos de pessoas ligadas às campanhas eleitorais nos municípios do Entorno do Distrito Federal levaram o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) a pedir reforço no policiamento. Segundo a Corte, dos seis polos considerados mais críticos no estado, três são limítrofes com o Distrito Federal: Águas Lindas, Santo Antônio do Descoberto e Formosa.

A campanha de Santo Antônio do Descoberto carrega duas mortes. Por isso, o município está entre as preocupações do TRE-GO. No período eleitoral, morreu o vice-presidente do Partido da República (PR) na cidade goiana, Paulino Rodrigues da Silva, 58 anos, e o jornalista João Miranda do Carmo, ambos alvejados. O vice-prefeito, Valter da Guarda Mirim, que é candidato nesta eleição, também foi intimidado por dois homens armados.

Como medida de segurança o TRE proibiu realização de carretas programadas pelas coligações para este sábado.

Postado por Radar

Veja também

JUSTIÇA SUSPENDE CONCURSO da Câmara Municipal de Valparaíso

A ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) em 29 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *