Governador Rodrigo Rollemberg perde a oportunidade de entrar para história

Compartilhe:

Ao apostar de forma equivocada desde a edição da Medida Provisória 759/2016 pelo presidente da República, no final de dezembro do ano passado, o governador Rodrigo Rollemberg, segundo a análise feita pelo jornalista Luciano Lima, continua errando ao acreditar que possa ignorar uma lei que tem o objetivo de resolver os graves gargalos fundiários urbanos e rurais do país

 

barra-radar

lucianolima2*Por Luciano Lima/OPINIÃO

aletra-depois da entrevista do presidente da Terracap nesta sexta-feira (12), no Bom Dia DF, da TV Globo, para falar sobre a Regularização Fundiária no DF, cheguei a seguinte opinião: Entendo que o Governador Rodrigo Rollemberg perdeu a oportunidade de entrar para história. O grande gesto de grandeza do homem público era apoiar a *MP 759 até o final. Depois ele poderia falar o que quisesse, independente das pretensões do deputado Izalci Lucas e do Senador Hélio José.

Rollemberg apostou primeiro que o deputado Izalci Lucas não seria o presidente da Comissão. Depois apostou que a Comissão não fosse pra frente. Depois apostou, mais uma vez, que o relatório não seria aprovado. Depois apostou, novamente, que poderia sabotar a *MP com emendas que prejudicariam as pessoas e, consequentemente, a MP da Regularização.

Quando ele viu que não havia mais nada a ser feito, ele decidiu às pressas publicar um decreto onde ele usa a *MP 759, publicada em dezembro de 2016, ou seja, sem as emendas incluídas e aprovadas na comissão, que irão para votação no plenário na próxima semana. Disto tudo eu posso tirar duas conclusões:

1) Ele tem uma péssima assessoria
2) Está fazendo birra por politicagem

Conclusão: Não adianta chorar o leite derramado. Agora, vai fica como oportunista!!!

MP 759 é uma Medida Provisória com objetivo de regularizar terras da Universidade União em todo o Brasil. No Distrito Federal, vários condomínios estão em terras da União. A MP 759 é o sonho milhares de brasilienses e milhões de brasileiros

*Luciano Lima é jornalista com militância em Brasilia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*