“GOVERNO ROLLEMBERG É UM CADÁVER INSEPULTO QUE FEDE NO DF”, DIZ MARLI

Rollemberg, engatilhou a sua metralhadora giratória contra os sindicatos da saúde e os seus representados, nesta quinta-feira (16), numa solenidade pública de entrega de escrituras, no Sol Nascente, disparando uma saraivada de mentiras, para uma claque de comissionados e aspones, que aplaudiram freneticamente o seu dono.


Por Marli Rodrigues

O povo ali presente, em quantidade ínfima, estavam mais preocupados em receber suas escrituras do que falar sobre algo que muito deles não compreendem, que é a TERCEIRIZAÇÃO da saúde pública.

Usar palanque político, onde está sendo oferecido algum tipo de benefício é fácil. A plateia é receptiva. Queremos ver Rollemberg soltar a sua retórica num pronto socorro público; numa UPA ou no próprio Hospital de Base.

Queremos ver essa verborragia, cara a cara com os pacientes e os operadores da saúde. Queremos ver se vai convencê-los que o PL 1486/2017, que o transforma o Hospital de Base em Instituto, quarteirizando o atendimento é a solução ideal.

Todos sabemos que pagará os seus “parceiros”, contratos a peso de ouro e pretende contratar mão-de-obra, com salário escravo.

Fala-se muito em DESCENTRALIZAÇÃO da gestão e, para isso, omitem o fato de que, muitos serviços já são terceirizados e o atendimento NÃO melhorou. Ao contrário!

Tínhamos há poucos anos, serviços de excelência na oncologia, nefrologia e cardiologia no Hospital de Base.
Aos poucos e na surdina, foram feitos convênios milionários com clínicas de oncologia, nefrologia (para realização de hemodiálise) e com o ICDF (antigo Incor). Ao mesmo tempo, ficamos com profissionais de ponta em cirurgia cardíaca desmotivados e sem campo para atuação. Assim como na Nefrologia e Oncologia e etc.

E como estão as filas de hemodiálise, radioterapia, quimioterapia e cirurgias do coração na SES? Enormes.

Pacientes morrendo pelo descaso do secretário que terceiriza esses serviços, com o argumento de melhorar o atendimento, dando celeridade aos tratamentos. Mais uma mentira deslavada.

O caos aumentou. Os óbitos pela desassistência também. E, ninguém tem coragem de falar para a população que isso vem ocorrendo porque, de quando em vez, os atendimentos são SUSPENSOS por falta de pagamento.

É isso que vai acontecer no Hospital de Base. Só que agora, em vez de morrer somente os pacientes com câncer, nefropatas e cardíacos, todas as especialidades serão atingidas. A hora que acabar o dinheiro, acaba a assistência. Alguém quer arriscar, com um governo notoriamente “caloteiro”?

Não há mágica. E o povo NÃO é burro! Se não há dinheiro para pagar os fornecedores no modelo atual, o que mudará com o novo? A simples mudança de nome fará brotar dinheiro para a saúde?

Ninguém é tolo, governador! O povo já sabe qual a sua intenção. E também a dos deputados que estão defendendo essa idéia. Não estão pensando no paciente.

Acha que a rejeição ao seu governo, apontada em todas as pesquisas, sendo que a última aponta quase 100%, é culpa dos sindicatos?

Discursinhos pautados na mentira, aplaudida por seus apoiadores não vai reverter esse quadro. É melhor começar a trabalhar com seriedade e eficiência. Deve achar que o bom de ter uma rejeição em sua totalidade é que não tem mais como piorar, né? Errado. Se continuar nesse caminho torto, pode ser o terceiro governador do DF, a ser preso.

Essa baixa popularidade é culpa sua e dos seus comandados, tanto no executivo, quanto no legislativo, por sabotarem as prioridades que a sociedade necessita em detrimento dos interesses de seus “amiguinhos” e financiadores de campanha.

Sabemos que você é LEAL ao seu grupo. Aliás, parece que até a Polícia Federal (PF) anda desconfiando.

Vossa Excelência age como um déspota, tentando massacrar com seu poderio, os que lhe opõem e enfrentam.

Mas, isso não assusta sindicalista e servidor da saúde. Estamos acostumados a enfrentar a MORTE em nosso labor diário e vencê-la, muitas vezes, apesar das adversidades. Não será um filhinho de papai birrento e descompensado que irá nos tirar de nosso eixo.

Quando precisou de apoio para ser senador e governador, achou nosso apoio qualificado e importante.

Hoje, com sua máscara no chão, tenta nos denegrir e jogar a população contra a gente. E, mais ainda, tenta “separar” “Sindicatos” de “Servidores”. Bem se vê que não conhece nada sobre os guerreiros da saúde. As entidades encamparam a luta deliberada pela categoria. Estamos juntos & misturados!

A verdade virá à tona. A sua real intenção será desnudada. Os seus financiadores de campanha podem ser os próximos a fazer delação premiada. E aí, a jiripoca vai piar para o seu lado!

Temos visto que seu esquema é forte. A ponto de um promotor de Justiça, defender, apaixonadamente, essa indecência de projeto do Instituto Hospital de Base, contrariando todos os outros promotores e procuradores que vêem com muita preocupação essa medida.

A mídia lhe favorece de modo escancarado, vendendo ilusões e sonhos, à população incauta. Mas, eles serão os primeiros a denunciar os desvios e a corrupção. Isso nos consola.

Concordamos em um ponto central: a saúde não pode mais continuar como está.

E, existe sim uma solução viável, legal e justa. Temos um modelo de sucesso, funcionando no DF e que é totalmente descentralizado: a FUNDAÇÃO HEMOCENTRO.

Porque não adotar o mesmo modelo para as unidades de saúde? É isso que o CSDF aprovou em consonância com a 9° conferência de saúde, ou seja, uma gestão descentralizada e totalmente pública.

É isso o que defendemos. O SUS é a maior conquista do povo brasileiro e não podemos aceitar e ser coniventes com governantes aventureiros, de um mandato só, desmontar o que levou anos para ser construído.

Estaremos no embate em defesa da saúde pública, até nosso último suspiro.
Temos consciência que seus “benfeitores” estão cobrando a fatura, mas, não seremos omissos assistindo o comércio de vidas, vendendo o HBDF.

O SINDSAÚDE​ passou por vários confrontos ao longo de sua existência.

Principalmente contra gestores e governos ditos de “direita”. Causa-nos profundo constrangimento que, um governador, eleito sob a bandeira (dita) socialista, que sempre foi aliado dos partidos de esquerda, nascedouro dos movimentos sociais e sindicais, tenha se transformado em nosso pior algoz. A mão pesada, cruel e ao mesmo tempo, incompetente desse socialista deixará uma marca indelével em nossas lembranças.

ROLLEMBERG, nunca mais!

Marli Rodrigues é presidente do Sindsaúde-DF

 

MÉDICO AÇOUGUEIRO ARRANCA BEXIGA DE CRIANÇA EM HOSPITAL DE BRASÍLIA

Um bebê do Distrito Federal teve a bexiga retirada por engano durante uma cirurgia, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *