Foto: William Sant'Ana

IZALCI DIZ QUE ROLLEMBERG USA DINHEIRO PÚBLICO PARA COMPRAR APOIO POLÍTICO

Uma denúncia de compra de apoio político com dinheiro público, praticado pelo governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg, vai fazer  parte de uma ação que será impetrada na justiça pelo deputado Izalci Lucas, como uma resposta a retirada do ar, por determinação judicial, de um vídeo da propaganda política do pré-candidato ao Buriti nas próximas eleições

Por Toni Duarte

O esquema de cooptação de aliados dos adversários políticos e de compra de partidos está na agenda do dia do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) como uma das últimas alternativas para tentar se reeleger nas próximas eleições.

“Esse governador entrou em desespero. Depois que perdeu o apoio do PDT, Rede, PSD e corre o risco de ficar sem o Solidariedade, Rollemberg tem adotado a prática anti-republicana e irresponsável de cooptar partidos e aliados de seus adversários com o dinheiro da máquina pública”, disse o deputado federal Izalci Lucas (PSDB).

O que antes foi denunciado por meio da propaganda política que o PSDB tem na televisão (VEJA O VÍDEO A BAIXO) agora pode  parar, de fato, nas barras da justiça.

A assessoria jurídica do parlamentar reuniu  provas cabais que apontam que o governador utiliza a máquina pública para cooptar partidos e pessoas ligadas aos seus adversários.

“No caso do PSDB ele onerou em milhões de reais o erário público, criando uma Secretaria de Governo para dá  a Maria de Lurdes Abadia e Vigilo Neto com o objetivo de fazer a opinião pública acreditar que o PSDB, partido do qual sou o presidente, está com ele”, afirmou Izalci.

Outro caso sui generis apontado por Izalci Lucas, foi a tentativa de cooptar Edileusa Campos que trabalha no seu gabinete, como secretária parlamentar, há mais de dez anos. Ela foi  nomeada pelo governador sem saber. Edileusa recusou o emprego.

“Rollemberg pensa que pode comprar todo mundo. Faz isso escancaradamente usando os recursos públicos em um momento em que falta remédios para atender as pessoas pobres que chegam aos hospitais. Ele está esbanjando o dinheiro do DF com finalidade eleitoreira”, detonou Izalci.

Para o deputado o uso da máquina pública para fins eleitoreiros, leva ao sacrifício apenas um lado dessa equação: o dos cidadãos brasilienses.

“Nos últimos três anos a população que sofre com a falta do atendimento nos hospitais, que não tem acesso à educação e que não tem segurança pública, foi arrochada pelo governo com seguidos aumentos de impostos sob a justificativa de que não tinha dinheiro. Agora aparece dinheiro para comprar a reeleição”, apontou Izalci.

O deputado disse ainda que só quem se dá bem nessa história é o governador Rodrigo Rollemberg que segue no comando de uma máquina pública aparelhada, inchada, e pior, ineficiente.

 

O LEGADO AZUL: ATÉ AGORA NINGUÉM GOVERNOU O DF COMO RORIZ

Aos 81 anos, o ex-governador Joaquim Roriz continua na memória popular como o político que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *