Diante de tantas projeções positivas, a onda Frejat cresce sobre os outros pretensos candidatos. “Se deixarem, serei o governador do povo em 2018”, diz ele ao Radar muita com humildade.

SEM REGUFFE NO PÁREO, FREJAT LIDERA PESQUISAS E PODE SER O GOVERNADOR DO DF

Se o senador José Antonio Reguffe, que lidera até agora todas as pesquisas eleitorais, for realmente um político de palavra quando afirma que não será candidato a governador em 2018, a cadeira número 1 do Buriti pode ser ocupada pelo médico Jofran Frejat (PR), se continuar liderando as pesquisas entre todos os outros declarados pretensos candidatos

Por Toni Duarte

A oito meses da eleição de 2018, o médico e ex-deputado federal, por cinco mandatos, Jofran Frejat (PR), se mantém a frente das pesquisas com vantagens significativas sobre os seus principais concorrentes fora e dentro do seu próprio grupo politico.

A vantagem de Frejat está no recall da eleição de 2014 quando disputou o segundo turno com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), arrebatando 44,44% dos votos válidos do eleitorado brasiliense.

Outra vantagem, é que o médico, pós-graduado pela Universidade de Londres, é “ficha limpa”, tem carisma e o nome “Frejat” continua no consciente popular como uma dos mais eficientes gestores da saúde por criar e potencializar programas que colocou Brasília com principal referência para a criação do Sistema Único de Saúde no Brasil.

O sentimento do “volta Frejat”é mantido pela população desassistida pela  falta do atendimento a saúde como tem sido a uma das piores marcas  do moribundo  governo Rollemberg.

Se as eleições fossem hoje o senador José Reguffe seria eleito governador. Mas Reguffe tem reiterado publicamente que irá cumprir o compromisso de ficar até o final do seu mandato que termina só em 2022.

Em todas as amostragens feitas por vários institutos (Instituto Paraná, Cristal, Axiomas Brasil e Instituto Dados), desde o ano passado até agora, Reguffe é seguido por Jofran Frejat.

A boa pontuação nas pesquisas tem estimulado os muitos encontros entre o senador campeão de votos  e Jofran  Frejat onde a pauta da conversa gira em torno do senador Cristovam Buarque (PPS), que deseja ter uma reeleição tranquila, dentro de uma chapa majoritária, capaz de vencer em 2018. Tal aliança contaria com o apoio integral do cabo eleitoral José Antonio  Reguffe.

Diante de tantas projeções positivas, a onda Frejat cresce sobre os outros pretensos candidatos. “Se deixarem, serei o governador do povo em 2018”, diz ele ao Radar muita com humildade.

 

ALIADOS DE ROLLEMBERG DISPUTAM O CONTROLE POLÍTICO DO CORPO DE BOMBEIROS DO DF

Nunca na história do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal a disputa política, para indicar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *