Há quem afirme que o próprio Roberto Jefferson, em combinação com Alckmin, teria dado o aval, abrindo mão da pré-candidatura de Alírio. Será?

FOGO NO CABARÉ: GRUPO DAS “MADALENAS” DESCARTA ALÍRIO COM AVAL DE ROBERTO JEFFERSON

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), dirigido por Roberto Jefferson, pode até seguir com o PSDB em muitos estados, menos no Distrito Federal onde a legenda petebista possui a sua única pré-candidatura ao governo. No entanto, coube ao senador Cristovam (PPS), anunciar o nome de Izalci Lucas (PSDB-DF), como pré-candidato a governador e descartou o apoio a pré-candidatura de Alírio Neto (PTB-DF)

Por Toni Duarte//RADAR-DF

A exatos 30 dias passados, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, afirmava que a aliança nacional com o PSDB estaria condicionada à contrapartida de o presidenciável tucano, Geraldo Alckmin, declarar apoio a Alírio Neto, pré-candidato petebista ao Governo do Distrito Federal (GDF).

Disse ainda que o PTB levaria o apoio para o PSDB nos estados, cidades e municípios e que a única coisa que gostaria de ter em troca era que Alckmin dessa a sua contribuição no DF e que não abriria mão disso.

Na segunda-feira desta semana, Jefferson reiterou a sua posição na coluna Painel da Folha de São Paulo, que a aliança de seu partido com o presidenciável do PSDB já estava definida e que a legenda petebista não estava aberta a discutir qualquer outro caminho na disputa ao Planalto.

“O acordo com Alckmin é irrevogável. Tenho o maior respeito pelo ACM Neto, mas nem adianta me procurar. O melhor candidato é o Alckmin”, acrescentou.

No entanto, a exigência de Roberto Jéferson, voltada para o DF, foi enterrada nesta sexta-feira (18), com o anúncio feito pelo senador Cristovam Buarque, líder do grupo das “madalenas arrependidas”, em torno do nome de  Izalci Lucas, presidente do PSDB do DF, como pré-candidato ao Buriti.

Sem Alírio saber, Cristovam se aproximou de Alckmin e se prontificou em colaborar com o presidenciável na construção de um arrojado programa de educação para o governo tucano.

Em troca, Cristovam pediu que o PSDB nacional não interferisse na aliança partidária formada por PPS, PSDB, PSD, PTB e PRB.

Há quem afirme também dentro do grupo das madalenas que o próprio Roberto Jefferson, em combinação com Alckmin, teria dado o aval.

A garantia foi dada. Izalci Lucas é o pré-candidato oficial do “grupo das madalenas”, cujo apelido  está no fato de todos eles, menos Alírio , terem ajudado a eleger Rollemberg, o pior governador da história de Brasilia, e que até janeiro desse ano faziam parte do decadente governo.

O descarte da pré-candidatura de Alírio obriga o buritizável buscar outros caminhos, talvez ao lado de Eliana Pedrosa (PROS).

Pelo telefone Pedrosa disse ao Radar que está aberta para conversar com Alírio, mas se antecipou  que é pré-candidata a governadora nestas eleições, posição que não abrirá mão.

“Alírio é um amigo e é bem-vindo ao nosso grupo político, mas a cabeça é minha”, disse.

COMPARTILHAR AGORA

 

“Operação Caça Fantasmas”: 25 servidores da Câmara Legislativa na mira das demissões

O mecanismo de monitoramento do Departamento de Recursos Humanos da Câmara Legislativa, denominado de “caça …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.