“A FORÇA FREJAT”: ADVERSÁRIOS NÃO CONSEGUEM CONTER A ONDA QUE TOMOU CONTA DO DF

Nem à esquerda e nem à direita. Jofran Frejat (PR) é centro. Ele  se tornou um nome consolidado no consciente popular do Distrito Federal,  que pode se eleger em primeiro turno das eleições de outubro deste ano, conforme revelam as pesquisas

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Os principais postulantes da cadeira número 1 do Palácio do Buriti, sabem o quanto está difícil alcançar o médico e ex-secretário de saúde Jofran Frejat, que vem liderando nestes últimos dois anos todas as pesquisas de intenções de votos no DF.

Em dezembro do ano passado, o grupo partidário formado inicialmente pelo PSDB, MDB, DEM, PP e PTB firmaram um pacto de respeitar como cabeça de chapa aquele que, entre eles, tivesse melhor pontuado nas pesquisas que seriam realizadas até março deste ano, tornando-se o nome ungido, assim, o candidato de todos.

Foi dada a largada, Frejat ganhou.

O experiente médico de 80 anos deixou para trás, sem folego, todos os concorrentes na corrida turbinada pelo recall capitalizado na eleição passada e pelo sentimento esperançoso da população que vê em Frejat um gestor capaz de tirar Brasília do caos, a começar pelo sucateado sistema de saúde do DF.

Na casa dos dois dígitos à frente nas pesquisas, enquanto os demais concorrentes ao Buriti, entre eles,  Rodrigo Rollemberg, patinam no primeiro digito, aferidos pela opinião popular, Frejat não é mais uma dúvida nesse curto período de 90 dias para o início oficial da campanha eleitoral.

É o único nome consistente e real que os mais de três milhões de brasilienses têm para derrotar Rollemberg nas urnas, vez que é forte a convicção de que o atual governador destruiu a Capital da Esperança, bem como a autoestima de sua população.

Quem conhece Frejat sabe que ele não cede a imposições que não sejam aquelas impostas pelo povo, que quer vê-lo governador.

“Só estou voltando à cena política porque o povo quer “, costuma repetir o médico que já foi por cinco vezes deputado Federal, quatro como secretário de saúde e construtor da maior rede de hospitais de excelência do DF.

Frejat diz que o povo está unido a ele e que espera a união dos partidos para salvar Brasília do caos.

Frejat não comenta nada sobre as mudanças de caminho tomado  pelo PTB, de Alírio Neto, e do PSDB, de Izalci Lucas, ambos pré-candidatos ao Buriti, que saíram da sua aliança partidária por não querer cumprir o acordo em torno do melhor pré-candidato para vencer as eleições. É verdade.

Alírio e Izalci se aliaram ao ex-laranjal partidário que ajudou a eleger o pior governo da história de Brasília e que fez parte do governo até o início deste ano.

O fato é que a “Força Frejat” aos poucos vai moldando o jogo no tabuleiro político de Brasília, onde alguns personagens já se dão conta de que é melhor marchar ao lado do povo com Frejat  do que contra ele.

COMPARTILHAR AGORA

 

Você acredita? Kkkkk… Correio Brasiliense diz que Rollemberg ganha

Uma pesquisa “encomendada” pelo falido jornal Correio Brasiliense, um puxadinho do Buriti, revela nesta quinta-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *