Ibaneis Rocha, Rafael Prudente, Ericka Filippelli e Tadeu Filippelli.

A paz volta a reinar: MDB-DF se fortalece para continuar no poder em 2022

No meio da fumaça branca, soltada pelo cachimbo da paz fumado por Ibaneis Rocha e Tadeu Filippelli, o MDB local anuncia que deseja renovar o seu poder político em 2022 com um quadro novo capitaneado pelo jovem presidente da Câmara Rafael Prudente e pela Secretária da Mulher Ericka Filippelli

Por Toni Duarte//RADAR-DF

O presidente nacional do MDB, o ex-senador Romero Jucá, estava certo quando disse: “política se faz  com conversa e  entendimento”. Foi Jucá que entrou em cena na quinta-feira  passada (25) para apagar o incêndio dentro do diretório regional do partido no Distrito Federal.

O governador Ibaneis Rocha e o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente (MDB), apresentaram requerimento a Romero Jucá pedindo a suspensão da eleição interna do partido, marcada para o dia 6 de maio, além da dissolução do diretório.

Os dois chefes de Poderes local (Buriti/CLDF) se declararam contra a permanência do ex-vice-governador Tadeu Filippelli na presidência da legenda no DF.

“Vou procurar uma solução de entendimento. O MDB está responsável por dois dos três Poderes do DF. É fundamental que os comandos do GDF e do Legislativo estejam retratados na Executiva, na direção do partido”, disse Jucá logo que soube da crise.

Na segunda-feira (29), os dois, Ibaneis e Filippelli, voltaram a fumar o cachimbo da paz. O governador foi a casa de Tadeu Filippelli onde tomaram café juntos e o acordo saiu.

O comando do partido será passado ao deputado distrital Rafael Prudente. A vice-presidência do MDB vai para Ericka Filippelli, secretária da Mulher do governo Ibaneis e nora de Filippelli.

A visão futurista de Ibaneis está focada em 2022. Ele trabalha desde já por um nome que possa sucedê-lo no palácio do Buriti diante de sua disposição de fazer vôos mais alto na política nacional.

O atual presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente, 35 anos, pode ser o nome que voará sobre as asas de Ibaneis como o próximo candidato a governador do DF. Ericka, nora de Filippelli, pode ser a vice da futura chapa.

O retrato da continuidade do MDB no poder político do DF foi tirado na véspera do Dia do Trabalhador, durante o lançamento do Programa de Incentivo Fiscal à Industrialização e Desenvolvimento Sustentável do DF, o “Emprega-DF”

O programa vai garantir benefícios fiscais a empresas, para evitar a fuga de empreendimentos a estados vizinhos.

Entre os convidados do governador Ibaneis estavam: Tadeu Filippelli, Ericka Filippelli e Rafael prudente.

É como diz Romero Jucá, a velha e felpuda raposa do MDB: “Política se faz com conversa e  entendimento”.

COMPARTILHAR AGORA

 

Mulher do presidente do Pros é demitida por ser “servidora fantasma” da Câmara Legislativa

O “caça fantasma”, mecanismo ligado a Diretoria de Recurso Humanos da Câmara Legislativa detectou e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.