Colégio divulgou carta de repúdio e profissionais de educação, a comunidade escolar e os pais vão debater o problema em reunião

Alunos desfilam com fuzis e pistolas de brinquedo em escola do Rio de Janeiro

Trinta e seis professores e profissionais do Colégio Estadual Trasilbo Filgueiras , no Jardim Catarina, em São Gonçalo, divulgaram carta de repúdio após a divulgação de um vídeo em que um grupo de alunos passeia pelo pátio da escola cantando funk e portando armas e fuzis de brinquedo.

 

Na próxima terça-feira (8), está marcada uma reunião com pais e responsáveis dos alunos da unidade e a comunidade escolar para discutir o ato desses alunos .

O fato aconteceu na última quinta-feira (3) durante a FeirArte 2019, evento anualmente organizado pelo colégio e cujo tema esse ano foi ‘Sétima Arte:Cinema’, sob coordenação dos professores de educação artística da unidade escolar.

Os alunos envolvidos, de acordo com a nota, passaram com réplicas de papelão/brinquedo de armas de fogo , sem qualquer autorização ou aviso prévio pelo portão da escola. As réplicas identificadas foram recolhidas imediatamente pela diretora geral.

A Secretaria de Estado de Educação informou que a direção do colégio pôs em prática o protocolo da SEEDUC e comunicou as famílias, o Conselho Tutelar e uma equipe multidisciplinar do Programa Cuidar composta por psicólogos e assistentes sociais.

Leia também: Projeto de militarização de escolas do DF será estendido para mais 6 unidades de ensino

Foi também registrado um boletim de ocorrência na Delegacia da região. Os estudantes serão suspensos e só retornarão ou não após avaliação da equipe do Programa Cuidar. E será analisada a possibilidade de eles serem transferidos para outra unidade de ensino.

 

COMPARTILHAR AGORA

 

INCÊNDIO| Polícia investiga causa das mortes de três bombeiros no Rio

As investigações das causas do incêndio na whiskeria Quatro por Quatro, que matou três bombeiros …