Após 4 anos de calote, Saúde paga R$ 27 milhões de conta de água para Caesb

Uma dívida da Secretaria de Saúde com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), que completaria quatro anos, está sendo quitada pela atual gestão da pasta. Ao todo, R$ 27.638.000 serão pagos à empresa pública, até esta sexta-feira (1º/3), referentes a contas de água não quitadas em unidades públicas de saúde de todo o DF

Postado por RADAR-DF/Leandro Cipriano/Secom Saúde

“Esses R$ 27 milhões são referentes a dívidas de 2014 e 2015 da Secretaria de Saúde junto à Caesb. Como são processos divididos por várias unidades de saúde, ao longo de dois anos, tivemos que direcionar todos os esforços da Diretoria Financeira para conseguir quitar”, explicou a diretora do Fundo de Saúde, Beatris Gautério.

De acordo com ela, o trabalho do Fundo de Saúde também contou com o suporte da equipe da Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal, que contribuiu para organizar os cerca de 70 processos que totalizavam os mais de R$ 27 milhões em dívidas com a Caesb. O montante corresponde a recursos do próprio orçamento do Governo do Distrito Federal.

“Foi um esforço concentrado para fazer os pagamentos, com pelo menos dez pessoas só da Diretoria Financeira da Saúde lidando apenas com esses processos. É importante ressaltar que a dívida ficou na inércia por anos e, agora, em apenas dois meses de gestão, vamos quitar o valor”, ressalta Beatris.

Assim como este pagamento foi realizado, a Secretaria de Saúde tem buscado regularizar todas as contas. Um exemplo disso foi o pagamento, nesta semana, de R$ 21.337.050,16 a 6.243 servidores da pasta, montante referente a dívidas de Trabalho em Período Definido (TPD), licenças-prêmio não usufruídas e demais verbas indenizatórias. Com isso, o GDF conseguiu saldar compromissos de pelo menos nove anos.

COMPARTILHAR AGORA

 

EPTG terá faixa invertida a partir da próxima segunda-feira

Com a intenção de desafogar o trânsito, o Governo do Distrito Federal inicia, na próxima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.