Após 4 anos, Frejat e Rollemberg voltam a se enfrentar nesta noite

Líder nas pesquisas eleitorais que o apontam como o eventual governador do Distrito Federal eleito, nas eleições desse ano, Jofran Frejat (PR), está pronto para o enfretamento da mesa redonda, promovida pelo Metrópoles, que ocorrer´as 19 horas desta segunda-feira (09/07), para cativar uma parcela de eleitores indecisos. No outro polo da mesa, estará o governador Rollemberg, que prometeu tanto em 2014 e chega ao fim com um desgastado governo, sem realizar obras estruturantes e rejeitado por mais de 80% da população

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Há quatro anos o médico Jofran Frejat (PR), e o atual governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, se enfrentavam no último debate realizado em outubro de 2014 pela TV Globo, antes da eleição do segundo turno.

Agora os dois voltam a ficar  frente a frente no primeiro debate realizado pelo portal de notícias Metrópoles, que ocorrerá nesta segunda feira (09). O governador que prometeu tudo e não fez nada confirmou presença,

Outros pré-candidatos ao Buriti como Izalci Lucas (PSDB), Eliana Pedrosa (Pros), General Paulo Chagas (PSL), Fátima Sousa (Psol) e Alexandre Guerra (Novo) também participarão do debate.

Segundo os organizadores do evento, o encontro tem o objetivo de oferecer a oportunidade aos pré-candidatos a apresentar propostas e discutir com os concorrentes temas que interessam à população brasiliense.

Apesar do evento contar com a participação de sete concorrentes, na disputa pelo Buriti, no entanto os holofotes se voltarão para Jofram Frejat e Rodrigo Rollemberg, os dois personagens mais importantes das eleições de outubro desse ano.

Frejat, pela experiência como grande gestor, por ser um homem probo e correto e tido como a esperança da população de ter novamente o sistema de saúde público a voltar a funcionar com eficiência como na época em que foi secretário de saúde por cinco vezes.

Quanto a Rollemberg, está no fato de o governador possuir a caneta na mão e contar com muito dinheiro do contribuinte que começa a ser usado nesta pré-campanha na tentativa de buscar a reeleição a qualquer custo.

Muito diferente do último debate, ocorrido em outubro de 2014, em que Rollemberg nadou de braçada  diante de um Frejat surgido como  candidato de última hora ao palácio do Buriti, esse ano eleitoral o cenário é muito diferente.

O nome de Frejat está impregnado no consciente popular por contar com um recall de 44% dos votos conseguidos na eleição passada.

Segundo os analistas políticos, nesse debate de hoje, Jofra Frejat nem precisa fazer muito esforço para apontar que o atual governador de Brasília deixará após a sua desastrada gestão uma cidade em ruinas e afogada em dívidas, cuja herança maldita será 10 vezes maior em relação a deixada pelos petistas no dia 1 de janeiro de 2015.

Nos últimos quatro anos as expectativas dos mais de três milhões de brasilienses foram enterradas por um governo que sucateou a segurança pública, arrebentou com a educação e transformou os hospitais do DF em matadouros de pacientes.

Para contrapor as críticas de seu governo Rollemberg vai questionar, mais uma vez como fez na eleição passada, a idade avançada de Jofran Frejat para governar o Distrito Federal. Frejat pode devolver com  mesma frase de impacto:

“Sou velho, mas não sou velhaco! ”.

COMPARTILHAR AGORA

 

Robério Negreiros destina mais de R$19 milhões para o governo Ibaneis

Os apelos feitos pelo governador eleito Ibaneis Rocha (MDB), durante visita que fez a Câmara …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.