Artistas ironizam a dor e a fome do povo da Venezuela

Assim como Zé de Abreu, no Brasil, um ator francês decidiu se autoproclamar presidente da nação europeia. O ator, cantor e jornalista francês Frédéric Pagès se autoproclamou presidente da França no domingo (10) e declarou oficialmente apoio ao brasileiro José de Abreu, que também está participando de uma empreitada semelhante no Brasil

Postado por RADAR-DF

Em seu perfil no Facebook, o artista da França escreveu:

“Président Zé de Abreu, enquanto Presidente autoproclamado da República Francesa, ato inspirado por você, eu que sou um apaixonado pelo Brasil, venho por meio deste, com a convicção de que represento e expresso o sentimento da imensa maioria do povo francês, reconhecê-lo oficialmente como representante único e legítimo desta bela nação brasileira.”

Os gestos de Pagès e Zé de Abreu são ironias ao líder opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela.

Acontece que, ao contrário dos dois artistas de viés esquerdista, Guaidó é presidente eleito da Assembleia Nacional do seu país.

Mediante a fraude eleitoral promovida pela ditadura de Nicolás Maduro nas últimas eleições, Guaidó é o presidente interino de facto.

Enquanto o povo venezuelano enfrenta condições de vida absurdas, artistas seguem ironizando um país afligido pelo regime chavista.

COMPARTILHAR AGORA

 

Bolsonaro manda cortar mamata milionária do MST de João Pedro Stédile

Até o governo Temer,  o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST),  faturava do Instituto Nacional de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.