O modelo que desejam os deputados é o Sentra da Nissan.

ATO SEM VERGONHA! Distritais cagam para o povo na compra de carros de luxo

Daqui a exatos 15 dias, a Câmara Legislativa do Distrito Federal vai bater o martelo na compra de uma frota de carros de luxo para servir aos deputados da mesa-diretora da Casa. O gasto do dinheiro público, com os mimos, será de quase meio milhão de reais. A maioria dos deputados, que já conta com carros alugados, motorista e combustível a vontade, é a favor da compra dos novos veículos

Toni Duarte//RADAR-DF

A compra de uma frota de carros de luxo para atender deputados distritais é o principal assunto do dia que enche de revolta os milhares de brasilienses que são contra o privilegio bancado com o dinheiro público.

Se não houver nenhum impedimento, até o próximo dia 26, o pregão será realizado para a aquisição dos cinco novos veículos.

Apesar da voz contrária da sociedade, que elegeu e reelegeu em outubro do ano passado os 24 distritais, no entanto, grande parte deles até esta terça-feira (12), é a favor do pregão.

Eles não abrem mão da verba indenizatória que serve também para cada parlamentar alugar carros, pagar motoristas e comprar o combustível.

Um privilégio que se soma a vários outros como um bom plano de saúde onde nenhum deles precisará de recorrer a sucateada rede pública hospitalar do DF.

O valor estimado pela compra dos veículos é de R$ 449.500. Cada modelo sedan deve sair ao preço de R$90 mil.

A CLDF alega que a frota de Fusion 2012 já está velha e não atende mais ao perfil e nem ao conforto de seus usuários.

“Os deputados merecem coisa melhor”, defende um funcionário da Câmara Legislativa.

Após a repercussão negativa da compra dos veículos, o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) estaria propenso a cancelar o pregão marcado para o próximo dia 26.

De acordo com aliados próximo ao parlamentar não vale a penas ele sofrer um desgaste desnecessário apoiando a ideia do segundo-secretário da Casa, Robério Negreiros que quer comprar os novos veículos. Negreiros foi procurado pelo Radar, mas não respondeu as nossas ligações.

Visão do EDITOR RADAR

Em um momento em que se discute no DF o fim do passe-livre estudantil que, de alguma forma, inviabilizará o acesso à educação de alguns setores estudantis, bem como o aumento das tarifas de ônibus, que pode acontecer até abril, a compra de uma frota de carros de luxo, adquirido com o dinheiro público, é um ato de claro afronta a moralidade pública administrativa.

É preciso combater urgentemente a cultura das regalias. Os senhores deputados já possuem carros, motoristas e combustível de graça, tudo  bancado pelo povo.

Não há qualquer justificativa razoável para a compra dos veículos. Estamos em um DF que tem quase 300 mil pessoas desempregadas.

Não se justifica o absurdo que vai contra o próprio sentido do valor público da atuação parlamentar.

O deputado tem que está a serviço da população e não a população a serviço do parlamentar.

A aquisição de carros de luxo, bancado com o dinheiro público é abominável diante da situação que passa o povo sem emprego e sem norte.

O legislativo tem muitas outras prioridades exigidas pela população.

Que os senhores deputados façam uma enquete com a população para saber se este meio milhão de reais deve ser gasto com a compra de carros ou com a compra de remédios que faltam aos hospitais públicos.

Fica um alerta  as vossas excelências!

COMPARTILHAR AGORA

 

Mulher do presidente do Pros é demitida por ser “servidora fantasma” da Câmara Legislativa

O “caça fantasma”, mecanismo ligado a Diretoria de Recurso Humanos da Câmara Legislativa detectou e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.