BRASIL TORRA MILHÕES DE REAIS só para vigiar o bandido Marcola na Papuda

Por Toni Duarte||RADAR-DF

Quanto custa ao Estado Brasileiro só para vigiar o sanguinário bandido chefe do PCC Marco Camacho, o Marcola? Enquanto falta dinheiro para a saúde e educação o “custo bandido” de um único detento, consome milhões de reais com o uso das Forças Armadas.

 

O governador Ibaneis Rocha tem se posicionado contra a presença do presídio federal, inaugurado no perímetro urbano da Capital da República, em setembro de 2018, ao custo de R$40 milhões só para abrigar bandidos da mais alta periculosidade.

Ibaneis Rocha tem reclamado sobre uma espécie de “intervenção branca” capitaneada pelo ministro da Justiça Sergio Moro “que faz o que quer sem comunicar o governo local”, reage o governador.

Nas penitenciárias federais administradas por Moro, o governo gasta R$ 3.472,22 por cada preso nas quatro unidades geridas.

Mas aqui, em Brasília, o presídio Federal onde está Marcola, o chefe do Primeiro Comando da Capital (PCC) o “Custo Bandido” vai lá ´pra cima com o decreto de Lei da Garantia e da Ordem (GLO) assinada por Bolsonaro, que autoriza o emprego das Forças Armadas para vigiar Marco Camacho, o Marcola.

A medida tomada nesta sexta-feira à revelia do governo do Distrito Federal, fez o governador Ibaneis Rocha reagir duramente, anunciando que ingressará na justiça contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro.

Liderança nacional do MDB, o governador do DF critica a ausência de diálogo do ministro da Justiça, Sérgio Moro, com o chefe do Executivo local no que diz respeito ao trato da segurança pública.

O governador de Brasília afirma ter um conflito direto com o ministro de Bolsonaro pelo que chama de exposição ao PCC na capital federal.

Tem razão o governador. Brasília é o maior centro de convergência de todas as autoridades públicas do país e do exterior.

São mais de 180 organismos internacionais que incluem as Embaixadas da maioria dos países do mundo.

A presença dos principais líderes do PCC, presos na Papuda, que fica há a menos de 15 quilômetros da Praça dos Três Poderes, se torna um risco alto e coloca em xeque a segurança do Distrito Federal.

O gasto financeiro desnecessário com a permanência do Exército com seus tanques de guerra na porta da Papuda para vigiar Marcola, não irá intimidar a comunidade criminosa do PCC enraizada nas mais diversas cidades brasileiras e agora no DF.

COMPARTILHAR AGORA

 

GUERRA CONTRA A DENGUE| Seleção de 600 agentes de saúde vai até domingo (02)

As inscrições para quem pretende concorrer a uma das 600 vagas temporárias de agente comunitário …