Caiado não faz nada pelos municípios do Entorno e nem quer deixar Ibaneis fazer

Prefeitos dos 33 municípios do Entorno de Brasília que pertencem a Goiás, estão cada vez mais convictos de que as promessas de campanha feitas pelo o atual governador Ronaldo Caiado, foi apenas uma enrolação  para pegar os votos da região. O governador trabalhou contra a criação da região metropolitana e agora pode “melar” o projeto de implantação do VLT que ligará Luziânia a Brasília. A iniciativa irá beneficiar cerca de 50 mil pessoas diariamente

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Em uma crise de ciúmes, o governador Caiado bateu-boca por telefone com o governador brasiliense Ibaneis Rocha que participou dos testes do VLT nesta terça-feira (04) que saiu de Luziânia (GO) para Brasilia. O projeto que visa beneficiar a região terá recursos do Governo Federal, Governo do Distrito Federal e do Estado de Goiás.

“Não posso negligenciar todo o meu apoio a esta causa, nem que isso gere esse tipo de reação. Lamento que o governador de Goiás não apoie o projeto. Darei 100% de incentivo para que esse trem passe a rodar”, disse Ibaneis Rocha logo após a discussão que teve com o governador goiano

Caiado foi convidado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional mas preferiu permanecer  no Palácio das Esmeraldas em Goiânia.

Esse não é o único projeto, que visa beneficiar a região do Entorno, que  Ronaldo Caiado trabalha contra para não dar certo.

Ele trabalhou dentro do Congresso Nacional, onde foi deputado e senador,  antes de se eleger governador,  para que a Medida Provisória que criava a Região Metropolitana do Distrito Federal, exaurisse o prazo de 120 dias sem ser votada pela Câmara e Senado.

Caiado e o senador Kajuru comemoraram a façanha orquestrada contra os 32 municípios da região, onde vivem em situação deplorável e sem qualidade de vida os mais de 4 milhões de goianos.

Nem mesmos os apelos feitos pelo prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, que é  presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília, foram ouvidos por Ronaldo Caiado que na última eleição se elegeu governador com os votos do eleitorado da região.

Na época, Hildo do Candango alertava que a MP precisava de apoio dos dois governadores (do DF e de Goiás) para se transformar em lei.

A MP foi enviada ao Congresso pelo então presidente da República Michel  Temer por sugestão do então governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB).

Com ciúmes de Ibaneis, Caiado trabalhou para que a MP perdesse a validade. O cabra conseguiu.

A Região Metropolitana iria facilitar a destinação de recursos federais e dos governos estaduais e distrital para a região, assim como a criação de convênios entre as três unidades da federação para implantação conjunta de recursos destinados a segurança, educação, transporte e saúde.

No entanto, para o governador do Goiás , o povo do Entorno  que se lasque!

COMPARTILHAR AGORA

 

Pobre vai ter que alugar imóvel do “Minha Casa Minha Vida” ao invés de comprar

No novo programa Minha Casa Minha Vida, que deve ser anunciado pela administração Jair Bolsonaro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.