Caiado não faz nada pelos municípios do Entorno e nem quer deixar Ibaneis fazer

Prefeitos dos 33 municípios do Entorno de Brasília que pertencem a Goiás, estão cada vez mais convictos de que as promessas de campanha feitas pelo o atual governador Ronaldo Caiado, foi apenas uma enrolação  para pegar os votos da região. O governador trabalhou contra a criação da região metropolitana e agora pode “melar” o projeto de implantação do VLT que ligará Luziânia a Brasília. A iniciativa irá beneficiar cerca de 50 mil pessoas diariamente

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Em uma crise de ciúmes, o governador Caiado bateu-boca por telefone com o governador brasiliense Ibaneis Rocha que participou dos testes do VLT nesta terça-feira (04) que saiu de Luziânia (GO) para Brasilia. O projeto que visa beneficiar a região terá recursos do Governo Federal, Governo do Distrito Federal e do Estado de Goiás.

“Não posso negligenciar todo o meu apoio a esta causa, nem que isso gere esse tipo de reação. Lamento que o governador de Goiás não apoie o projeto. Darei 100% de incentivo para que esse trem passe a rodar”, disse Ibaneis Rocha logo após a discussão que teve com o governador goiano

Caiado foi convidado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional mas preferiu permanecer  no Palácio das Esmeraldas em Goiânia.

Esse não é o único projeto, que visa beneficiar a região do Entorno, que  Ronaldo Caiado trabalha contra para não dar certo.

Ele trabalhou dentro do Congresso Nacional, onde foi deputado e senador,  antes de se eleger governador,  para que a Medida Provisória que criava a Região Metropolitana do Distrito Federal, exaurisse o prazo de 120 dias sem ser votada pela Câmara e Senado.

Caiado e o senador Kajuru comemoraram a façanha orquestrada contra os 32 municípios da região, onde vivem em situação deplorável e sem qualidade de vida os mais de 4 milhões de goianos.

Nem mesmos os apelos feitos pelo prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, que é  presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília, foram ouvidos por Ronaldo Caiado que na última eleição se elegeu governador com os votos do eleitorado da região.

Na época, Hildo do Candango alertava que a MP precisava de apoio dos dois governadores (do DF e de Goiás) para se transformar em lei.

A MP foi enviada ao Congresso pelo então presidente da República Michel  Temer por sugestão do então governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB).

Com ciúmes de Ibaneis, Caiado trabalhou para que a MP perdesse a validade. O cabra conseguiu.

A Região Metropolitana iria facilitar a destinação de recursos federais e dos governos estaduais e distrital para a região, assim como a criação de convênios entre as três unidades da federação para implantação conjunta de recursos destinados a segurança, educação, transporte e saúde.

No entanto, para o governador do Goiás , o povo do Entorno  que se lasque!

COMPARTILHAR AGORA

 

Valparaíso| Meu legado é a credibilidade da prefeitura com a população, afirma Pábio Mossoró

Com dois anos e nove meses à frente da Prefeitura de Valparaíso de Goiás, o …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.