CLIMA HOSTIL ENTRE IZALCI E ALÍRIO PODE IMPLODIR GRUPO DAS “MADALENAS” NESTA SEXTA

A guerra instalada dentro do grupo denominado de “terceira via” ou  “madalenas arrependidas”, formado por partidos que até no início deste ano eram da base de sustentação do governo Rollemberg, pode levar a sua implosão. O clima entre o deputado Izalci Lucas (PSDB) e Alírio Neto (PTB), não é nada amistoso e o caldo pode entornar nesta sexta-feira (11), em que o grupo decidirá quem será o candidato a governador

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Nenhum quer ser o vice do outro. Pelo menos é isso que revela o clima hostil estabelecido dentro do grupo formado por partidos como PSDB, PPS, PTB, PRB e PSD, que pode quebrar um acordo que serviria de balizamento para a escolha do pré-candidato a governador para disputar as eleições desse ano pelo grupo.

O acordo diz que, quem estivesse melhor pontuado em uma pesquisa, encomendada pelo grupo, este seria o escolhido.

O resultado da pesquisa realizada por um instituto de São Paulo é do conhecimento dos principais cardeais das “madalenas arrependidas” e a importante decisão do grupo ocorrerá nesta sexta, às 10 horas, na casa de Cristovam.

Ao invés de sair a fumaça branca do cachimbo da  paz e anunciar o candidato de todos, do meio do grupo pode surgir labaredas de fogo atiçadas entre os seguidores de Izalci Lucas e de Alírio Neto, capazes de devastar o reino das madalenas.

Durante a semana, Izalci ardeu no fogo dos infernos das redes sociais, com um fato requentado sobre processos que responde no STF, os quais deve descer, com o fim do foro privilegiado, para TJDFT.

Ao Radar, Izalci nega que tenha cometido tais delitos, que é inocente e que implora, há cinco anos, que os tribunais façam o seu julgamento.

Ontem, rodava a notícia de que o senador Cristovam Buarque (PPS), já havia batido o martelo sobre o nome que iria apoiar para governador. O ungido seria Alírio Neto, presidente do PTB.

Procurado, o senador Cristovam desmentiu e disse que tal decisão será tomada pelo grupo na reunião dessa sexta-feira que contará com as presenças de Rogério Rosso (PSD), Wanderley Tavares (PRB), além de Alírio e Izalci.

O climão na mesa de Cristovam será tenso. Izalci e sua turma não escondem e sabe de onde parte todas as pedradas e chicotadas que o deputado tem levado no lombo nos últimos dias.

“Temos consciência que as pedras não foram jogadas nem por Frejat e nem por Rollemberg. Elas estão sendo atiradas, traiçoeiramente  por Alírio, que sabe que não será escolhido como pré-candidato a governador pelo grupo”, disse um tucano de ligação umbilical com Izalci.

Ele disse ainda ao Radar, que Izalci, na maioria dos critérios estabelecidos pela pesquisa, está na frente de Alírio e se o acordo prevalecer o tucano será o pré-candidato a governador e Alírio o vice.

Disse também que se Alírio não aceitar ser vice, ela será ocupada por Egmar, que teve 15 mil votos na eleição passada para distrital e é irmão de Wanderley Tavares, presidente do PRB-DF.

Alírio Neto foi procurado pelo Radar mas não respondeu as ligações e mensagens.

No entanto, a assessoria dele informou que o presidente do PTB-DF, é candidato a governador  queira Izalci ou não. Disse que Alírio terá o nome anunciado por Cristovam, Rosso e Wanderlei nesta manhã de sexta-feira.

A Assessoria também disse que Alírio se recusa a aceitar o resultado da pesquisa, encomendada pelo grupo, por não ser isenta.

O instituto escolhido para a coleta de dados é ligado ao PSDB de São Paulo e que deixou de apontar o grau de rejeição de Izalci.

O fato é que o pau vai quebrar. As madalenas podem arder no fogo do inferno nesta pré-campanha eleitoral e sair cada um para o seu lado.

COMPARTILHAR AGORA

 

“ALÍRIO VICE DE FREJAT? SEM CHANCE”, DIZEM CORRELIGIONÁRIOS

O esfacelamento da chamada terceira via expôs as víceras de  um caminho sem volta para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *