“Com Ibaneis, o DF tem jeito e sairá do estado terminal”, diz Guarda Jânio

Jânio Farias Marques, o “Guarda Jânio”, líder político de Ceilândia, a maior cidade do Distrito Federal, afirmou nesta terça-feira (04/12) que o governador eleito Ibaneis Rocha está dando demonstrações a sociedade que não fará um governo olhando para trás, o que, segundo ele, é fundamental para tirar o DF do estado terminal

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Candidato ao cargo de deputado distrital pelo PROS, Guarda Jânio obteve 10.524 votos, mas não conseguiu se eleger, embora tenha conseguido mais votos do que muitos que irão compor a próxima Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Mesmo assim, Jânio faz parte de um time de suplentes que não será ignorado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), que avalia como uma “importante força política eleitoral” que não pode ser desprezada e que ajudará o seu governo na luta pela reconquista da autoestima da população.

“Nunca se viu na história política de Brasília um governador, que acaba de se eleger, partir com muita responsabilidade para cima dos milhares de problemas que o DF enfrenta, mesmo antes da posse no cargo. Ibaneis mostra que é diferente e governará o DF com um mandato que vai além dos quarto anos” avalia Guarda Jânio.

O militar aposentado da PMDF, prevê que Ibaneis vai conseguir sanear a Segurança Pública e a Saúde, antes de ultrapassar a barreira dos 100 dias de governo.

Ele comemorou a indicação feita pelo governador eleito, da Coronel Sheyla Sampaio,  como Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal,   e destacou que Ibaneis quebra um paradigma de que as mulheres tem sempre que ficar em segundo plano dentro de Instituições  Militares.

“A vontade de trabalhar e de cumprir tudo o que disse durante a campanha é observada pela sociedade diante do trabalho que o governador eleito vem fazendo para buscar a maior quantidade de recursos que o DF precisa para deslanchar no próximo ano”, disse.

Guarda Jânio destaca que as duas medidas provisórias, assinada pelo presidente da República Michel Temer, a pedido do governador eleito do DF, vão revolucionar à administração pública do Distrito Federal por ficar menos dependente do governo federal.

As MPs referida por Jânio , à primeira torna o GDF responsável pela Junta Comercial do DF e pelo registro público das empresas locais. As funções estavam a cargo da União – o que, segundo o governo Ibaneis, era um impasse para a simplificação dos processos.

Já a outra medida provisória, assinada por Michel Temer, altera o Estatuto da Metrópole, incluindo o Distrito Federal no texto, o que favorece a proposta de campanha do governador eleito de criar a “região metropolitana de Brasília”.

Como se observa, temos um governador de fato trabalhando muito, antes de tomar posse, e outro que fica no Buriti sem fazer nada. Ibaneis é um líder nato e é a última esperança do povo”, afirma.

COMPARTILHAR AGORA

 

Parlamento Popular recebe neste sábado Paco Brito e Rafael Prudente

O Parlamento Popular, fórum de debates constituído por lideranças comunitárias de São Sebastião e região …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.