Culpa de Rollemberg: No “Buraco do Pires”, chuvas continuam castigando o povo

Vicente Pires virou esse ano em “buraco do pires”. Esse é o triste legado que será deixado pelo governo Rollemberg que acaba daqui a 22 dias. A cidade de 75 mil habitantes sofre com as enormes erosões que engolem carros, além de lamas e enxurradas que invadem casas provocadas pelas chuvas

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Não precisa ser engenheiro ou vidente para afirmar que a causa de todas as tragédias ocorrida em Vicente Pires,  foram as malfeitas obras eleitoreiras de Rodrigo Rollemberg.

O governo socialista deu início às obras de captação de água pluvial de Vicente Pires em 2015,  mas esticou os prazos para casar certinho com as eleições desse ano. A ideia era faturar votos.

Foram enterrados R$ 463 milhões, para construir um sistema de escoamento de águas, cuja falta seria uma das principais razões para o surgimento de buracos em todas as ruas da região.

Na pressa para entregar a obra já em setembro, em plena campanha eleitoral, o governo rezava para não chover antes do dia da eleição.

No entanto, São Pedro não colaborou e abriu as torneiras inundando tudo. Rollemberg se lascou.

IHB pode continuar no governo Ibaneis

Tudo leva a crer que o Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF), transformado pelo atual governo em janeiro desse ano em  regime de Serviço Social Autônomo, seja mantido no governo Ibaneis que toma posse no dia 1 de janeiro próximo.

O Radar apurou que o governo de transição mandou realizar uma pesquisa para saber o que pensa a população sobre o IHB. O resultado deve sair na próxima segunda-feira.

Durante a campanha eleitoral todos os candidatos falaram na extinção do instituto e reaproveitar os trabalhadores contratados na unidade. No entanto, a promessa de transformar o Base em Fundação, começa a perder força.

Um assessor próximo ao governador eleito, com expertise em gestão pública, confidenciou ao Radar que o IHB deve continuar por ter uma gestão eficiente que vem dando certo.

“Pode ocorrer algumas mudanças sem, no entanto, desconfigurar o que já existe”, disse o aliado de Ibaneis.

O médico Ismael Alexandrino, presidente do IHBDF, anda com  sorrisos largos.

Em  uma entrevista ao Radar concedida em agosto desse ano, Alexandrino  chegou a prever que sem o Instituto Hospital de Base a situação da saúde do DF poderá ser bem pior (Relembre Aqui).

Administrador realiza “Transição Popular”

O atual administrador de São Sebastião, Jean Carmo reuniu empresários e lideranças comunitárias da cidade para prestar contas e entregar todas as informações sobre a Administração Regional que comanda desde setembro.

O encontro ocorreu neste sábado (07), na Associação Comercial, Empresarial e Industrial de São Sebastião (ACISS), entidade que tem como presidente Júnior Carvalho.

A decisão do administrador foi para atender a um pedido do Parlamento Popular de São Sebastião, colegiado formado por lideranças da comunidade e região, que reivindicou que fosse feita uma transição de gestão diretamente com o povo.

Jean Carmo repassou aos  presentes informações sobre o número de funcionários, equipamentos, projetos em andamentos e recursos para inúmeras obras. O administrador, que é morador da cidade, foi aplaudido por todos.

COMPARTILHAR AGORA

 

FIM DE ANO| Mais de 1.200 policiais farão a segurança no réveillon brasiliense

Sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), as forças de …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.