Apenas pessoas com doenças graves e clientes ligados a programas de incentivo à economia local serão atendidos

ATENÇÃO| Bancos públicos e privados no DF ficarão com atendimento restrito por 15 dias

|Da Redação||RADAR-DF|

Para evitar concentrações de pessoas o Governo do Distrito Federal proibiu a partir desta quinta-feira (19), o atendimento físico em todas as agências de bancos públicos e privados por 15 dias. A medida tem o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus no DF.

 

No Decreto nº40.537, o fechamento dos bancos para o público foi publicado em edição extra do Diário Oficial na noite desta quarta-feira (18).

Segundo a publicação, o acesso aos bancos fica restrito apenas as pessoas com doenças graves e atendimentos referentes a programas de incentivo à economia local, como a nova linha de crédito do Banco de Brasília (BRB), lançada no início da semana com objetivo aliviar o impacto do coronavírus na vida econômica do DF.

A medida alcança todas as instituições financeiras, tanto públicas como privadas. Como alternativa ao atendimento, a população deve procurar canais virtuais na internet ou por telefone.

Linha de crédito

A nova linha de crédito do BRB poderá ser contratada por meio do BRB Progiro – Capital de giro e está disponível em todas as agências da instituição. A taxa de juros inicial é de 0,8% ao mês, com prazo de até seis meses de carência e 36 meses para pagamento.

Para ter acesso ao financiamento, as empresas devem ser associadas à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio), à Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) e/ou à Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL).

COMPARTILHAR AGORA

 

Setor têxtil tenta se reinventar para enfrentar a pandemia de covid-19

. O setor têxtil também está sentindo os efeitos da crise do novo coronavírus. E …