Ronaldo Nogueira afirma que foi condenado por um Conselho aparelhado pelo PT

Ex-ministro diz que condenação pelo Conselho de Direitos Humanos é retaliação

O ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, foi condenado, hoje (10.10) pelo Conselho Nacional de Direitos Humanos a pena de censura pública, por levar 2 meses para publicar a lista do trabalho escravo quando ocupava o cargo de Ministro do Trabalho.

Para o ex-ministro, Ronaldo Nogueira, “essa condenação para mim é motivo de indignação, pois foi mera retaliação pelo meu trabalho em favor da reforma trabalhista, que hoje já mostra seus efeitos na ampla retomada da empregabilidade.

O julgamento foi político como inclusive admitido pelos próprios membros do Conselho, que nada mais é do que uma câmara de gás petista, onde um dos conselheiros tinha em seu computador um adesivo escrito “Abaixo o golpe! Não a prisão de Lula”.

Diante disso, nada mais precisa ser explicado.

Brasília, 10 de outubro de 2019.”

Ronaldo Nogueira.

COMPARTILHAR AGORA

 

QUER MUDAR DE SEXO? Conselho reduz de 21 para 18 anos a idade mínima

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou hoje (9) no Diário Oficial da União resolução …