Ronaldo Nogueira afirma que foi condenado por um Conselho aparelhado pelo PT

Ex-ministro diz que condenação pelo Conselho de Direitos Humanos é retaliação

O ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, foi condenado, hoje (10.10) pelo Conselho Nacional de Direitos Humanos a pena de censura pública, por levar 2 meses para publicar a lista do trabalho escravo quando ocupava o cargo de Ministro do Trabalho.

Para o ex-ministro, Ronaldo Nogueira, “essa condenação para mim é motivo de indignação, pois foi mera retaliação pelo meu trabalho em favor da reforma trabalhista, que hoje já mostra seus efeitos na ampla retomada da empregabilidade.

O julgamento foi político como inclusive admitido pelos próprios membros do Conselho, que nada mais é do que uma câmara de gás petista, onde um dos conselheiros tinha em seu computador um adesivo escrito “Abaixo o golpe! Não a prisão de Lula”.

Diante disso, nada mais precisa ser explicado.

Brasília, 10 de outubro de 2019.”

Ronaldo Nogueira.

COMPARTILHAR AGORA

 

INCÊNDIO| Polícia investiga causa das mortes de três bombeiros no Rio

As investigações das causas do incêndio na whiskeria Quatro por Quatro, que matou três bombeiros …