Atento ao discurso do governador (a direita), que disse que o seu governo precisa da parceria privada para acabar com o desemprego e melhorar os indicadores sociais, Paulo Octávio acrescentou que Ibaneis está no rumo certo ao estimular a abertura de novas empresas e encorajar os novos empreendedores.

EXCLUSIVO| Paulo Octávio diz que o governo Ibaneis está no rumo certo e fecha o ano com economia em alta

|Por Toni Duarte||RADAR-DF

“O investimento de R$1 bilhão em obras, o fim do diferencial de alíquota- Difal e a valorização da classe empresarial como os pequenos médios e grandes empresários levantaram uma onda de otimismo no setor produtivo brasiliense em 2019. O ano foi bom para todos”.

 

Foi o que disse o empresário Paulo Octávio, presidente do LIDE Brasília, durante um almoço-palestra do grupo de líderes empresariais, ocorrido nesta sexta-feira (13), que contou com a presença do governador Ibaneis Rocha.

Para o empresário Paulo Octávio, parcerias entre empresas privadas e o setor público é a única forma para alavancar o desenvolvimento econômico e social de Brasília e que o governo Ibaneis tem buscado esse caminho que está  levando a cidade ao encontro do crescimento econômico.

“O setor produtivo precisa ter a segurança jurídica para investir, precisa acreditar nas metas do governo e que o governo cumpra com os compromissos assumidos. Isso o governo Ibaneis vem fazendo ao valorizar os pequenos, médios e grandes empresários e ao decretar o fim da burocracia que só emperra o desenvolvimento econômico da cidade”, pontuou.

A proposta econômica do Emprega DF que estimula a instalação e ampliação de empresas, bem como a realocação e diversificação no mercado, na visão de Octávio vai atrair e manter empresas na capital a partir da adoção de regras mais atraentes para os investidores.

Outra observação feita pelo líder empresarial são as medidas em vigor que dão condições de igualdade ao empresariado brasiliense com o de outros estados, possibilitando a segurança jurídica, uma das promessas de campanha de Ibaneis Rocha.

Com a desoneração do Difal, segundo Paulo Octávio, as empresas vão desembolsar menos na aquisição de produtos.

“Ibaneis foi eleito democraticamente pela população. É um homem consciente, conhece as questões da cidade, tem ouvido muito o setor produtivo e hoje a gente coroa esse encontro de fim de ano como exitoso. Saímos daqui sabendo que  2020  será um ano importante para Brasília por estar comemorando seus 60 anos de existência.

O líder empresarial destacou ainda que tem pedido aos líderes empresariais de grande porte do DF, que integram o LIDE Nacional, a garantia e a responsabilidade com o desenvolvimento da cidade e que continuem valorizando os ideais de JK, fundador de Brasília.

O QUE É O LIDE
O Grupo de Líderes Empresariais (LIDE) é uma organização de caráter privado, que reúne empresários em nove países e quatro continentes. No Brasil o colegiado representa 53% do PIB privado nacional e tem o objetivo de estimular a integração entre empresas privadas e organizações públicas para valorização e desenvolvimento econômico e social.

COMPARTILHAR AGORA

 

O PLANO DE IBANEIS| Demissões voluntárias devem ocorrer na CEB, Terracap, Novacap e Caesb

|Por Toni Duarte||RADAR-DF O governo do Distrito Federal deverá desembolsar quase 1 bilhão de reais …