Engenheiros são responsáveis por checar se os reparos de drenagem, terraplenagem, pavimentação e calçadas e meio-fios estão adequados

Fiscalização rigorosa do GDF garante qualidade das obras em Vicente Pires

As máquinas e trabalhadores que têm alterado a paisagem de Vicente Pires são fiscalizados de perto. Diariamente, engenheiros da Secretaria de Obras atuam na supervisão dos serviços prestados pelas construtoras nos oito lotes com reparos em andamento. Tudo para que as construções sejam entregues com qualidade.

Postado por RADAR-DF

Os fiscais de obras na região administrativa passam a maior parte do tempo acompanhado e vistoriando de perto os reparos na cidade. O serviço é feito por três engenheiros civis, em Vicente Pires, e outros três que ficam dentro da secretaria analisando contratos e demandas.

Na tarde desta sexta-feira (10/5), a reportagem acompanhou de perto o serviço desses profissionais na rua 1 do Lote 1, próximo ao Taguaparque. No local, operários trabalhavam na drenagem e também na pavimentação.

Dentro da região administrativa, o serviço consiste em fiscalizar as obras por meio das notas de serviço entregues pelas construtoras. Aos engenheiros é repassada uma lista com o que será executado naquele local.

Assim, eles verificam se os itens estão sendo executados. Esse cronograma consiste em checar vários itens, divididos em drenagem (águas pluviais), terraplenagem, pavimentação e calçadas e meio-fios.

Saiba Mais sobre Vicente Pires:

AGORA VAI! Ibaneis foca em obras em Vicente Pires e no abandonado Noroeste

Obras emergenciais devolvem direito de ir e vir à população de Vicente Pires

Obras em andamento em Vicente Pires faz população ficar a favor de Ibaneis

Os supervisores produzem, então, a partir das visitas às obras, relatórios fotográficos mensais para comprovar o que foi executado. Em caso de anomalia, é feito um memorando de não conformidade e a empresa notificada a reparar o que for necessário.

Além das construções, os engenheiros também checam se os profissionais que estão trabalhando nas ruas de Vicente Pires estão vestidos adequadamente com o Equipamento de Proteção Individual (EPI).

As obras em Vicente Pires contam com mais de 400 profissionais e 200 máquinas e 18 órgãos do GDF atuando em conjunto. Somente nos quatro primeiros meses do ano, o GDF investiu aproximadamente R$ 20 milhões em obras de drenagem naquela cidade.

Os recursos ultrapassam o investido durante todo o ano de 2016 e mais da metade do aplicado em 2017.

Gabinete de Gestão de Crise

No intuito de ampliar o diálogo e estar aberto à população, o GDF criou o Gabinete de Gestão de Crise na sede da Administração Regional de Vicente Pires. A intenção é monitorar todas as ações necessárias para o bom andamento das obras.

O trabalho ocorre inclusive aos finais de semana e são coordenados por Marcelo Galimbert, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras (SUAF).

Titular da pasta, Izídio Santos tem despachado diretamente do local às segundas e quintas-feiras.

COMPARTILHAR AGORA

 

Ibaneis manda pra guilhotina 22 servidores e deixa alta cúpula da saúde de olho no Diário Oficial desta noite

A edição extra do Diário Oficial do GDF, que deve ser publicada esta noite, vai …

Um comentário

  1. Mas sábado às obras estão paradas. Tem que aproveitar o tempo de sol pra fazer asfalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.