Agentes agora podem, por força de lei, adentrar locais abandonados para reverter situações de risco | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

GDF planeja ação de combate à dengue, chikungunya e zika vírus

O combate à dengue, chikungunya e zika vírus está no radar do Governo do Distrito Federal. Com a proximidade do período de chuvas, o governador Ibaneis Rocha decidiu antecipar e intensificar as ações para reduzir o número de casos na capital. Nesta sexta-feira (18/10), o chefe do Executivo recebeu parte do secretariado para tratar do assunto.

 

“Vamos entrar fortes na prevenção, ampliar os atendimentos e colocar fumacê nas cidades”, determinou o governador.

Ibaneis reforçou a importância do foco em prevenção e no cuidado especial com os moradores, por meio de avisos e a devida publicidade ao assunto. Participaram desse primeiro encontro os secretários de Saúde, Osnei Okumoto; de Governo, José Humberto; de Comunicação, Weligton Moraes; da Casa Civil, Valdetário Monteiro; e da Economia, André Clemente.

Ficou definido que o Distrito Federal vai dobrar o número de veículos nas ruas para aplicação do fumacê, de 40 para 80. O efetivo de agentes de vigilância ambiental também será aumentado.

As ações vão ter início a partir de 1º de novembro e durarão seis meses. Reforçará o trabalho a aquisição de biolarvicidas, substâncias mais potentes e duradouras para matar as larvas, e também adulticidas, estes aplicados no fumacê para atingir o mosquito Aedes aegypti já na fase adulta.

COMPARTILHAR AGORA

 

FIM DE ANO| Mais de 1.200 policiais farão a segurança no réveillon brasiliense

Sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), as forças de …