VEJA NO VÍDEO| Pastor ameaçava furar os olhos e matar a esposa,caso a polícia entrasse

O pastor Jesus Gorgs, de 40 anos, que manteve a esposa refém, ameaçava matar e furar os olhos dela, caso a polícia entrasse na sua casa. O fato ocorreu em Campo Grande, na madrugada de ontem (12). Ele foi preso sem mostrar resistência.

 

“Ele ameaçava furar os olhos e matá-la, caso a polícia entrasse”, explicou a delegada Sueli Araújo, responsável pelas investigações.

Conforme a delegada, após intensa negociação, que envolveu equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Grupo de Operações e Investigações (GOI), além do Corpo de Bombeiros, o pastor se entregou.

VEJA O VÍDEO

A vítima teria ficado desde a madrugada desta quinta, até o início da tarde, mantida presa na residência localizada na rua Cláudia, bairro Giocondo Orsi, em Campo Grande.

O pastor deve responder inicialmente pelos crimes de cárcere privado, lesão corporal, ameaça e também por expor nudez da vítima. O pastor está preso e a Deam prossegue com as investigações.

Segundo Wilmar Fernandes, comandante do Bope, os militares usaram táticas não letais para imobilizar o homem que portava objeto cortante e mantinha a vítima encarcerada em um dos quartos. Quando os policiais entraram, ele não ofereceu resistência.

Informações de familiares apontam que a casa onde os fatos ocorreram é da mulher que, depois de ficar viúva, passou a conviver com o pastor, considerado ‘oportunista’.

Durante a madrugada, eles tiveram uma discussão e o desentendimento se agravou. O pastor fez uma live nas redes sociais cortando o cabelo da vítima e a ameaçando com uma tesoura. Amigos visualizaram a publicação e acionaram a polícia.

A vítima foi socorrida com algumas escoriações e foi encaminhada para atendimento médico.

COMPARTILHAR AGORA

 

Sábado com seis armas de fogo apreendidas

. A Polícia Militar do Distrito Federal retirou de circulação seis armas de fogo irregulares …