O secretário de Habitação de Águas Lindas defende junto ao secretário Nacional de Habitação, Celso Matsuda, a liberação imediata dos recursos do programa Minha Casa Minha Vida para o Estado do Goiás.

Giovane Machado vai ao encontro de Caiado para agradecer apoio por moradia e emprego em Águas Lindas

O secretário de Habitação de Águas Lindas, Giovane Machado, vai a Goiânia para agradecer, pessoalmente, o empenho do governador Ronaldo Caiado pelo apoio ao movimento dos construtores da construção civil na resolução do problema do programa Minha Casa Minha Vida. Para Giovane a intervenção do governador de Goiás foi fundamental para garantir o emprego de milhares de trabalhadores da construção civil da região do Entorno de Brasília

Por Toni Duarte//RADAR-DF

O vereador e secretário de Habitação de Águas Lindas, Giovane Machado não para nunca. E não é apenas grande parte da população de Águas Lindas que sabe disso. Moradores de áreas irregulares do município, depositam a esperança em um homem público que se importa em resolver a segurança jurídica de suas moradias.

Na última quarta-feira, Giovane trouxe para si a angústia dos mais de 500 pequenos construtores da construção civil, dos municípios do Entorno de Brasília, que desde outubro do ano passado, entraram em desespero coletivo e  junto com eles os  milhares de trabalhadores e comerciantes,  pela  falta de recursos do programa habitacional do governo federal, Minha Casa Minha Vida para o estado de Goiás.

Na mesma esteira da agonia, estavam os prefeitos das 11 cidades do Entorno, por ver a receita dos cofres públicos minguar, prejudicando a folha de pagamento e  ao mesmo tempo  assombrados pelo desemprego em massa em seus seus municípios, que tem como o único suporte de economia e prosperidade a indústria da construção civil.

“ Nesta hora é preciso a união de todos, sem cor partidária, principalmente da sociedade civil organizada, para salvar o que foi conquistado com anos de trabalho. A maior indústria que gera emprego e renda em Águas Lindas é a construção civil, um segmento que tem que ser defendido e preservado”, disse Giovane Machado neste sábado (01/06) ao Radar-DF.

O envolvimento de todos na tentativa de diminuir o crescente índice de desemprego na região Entorno, foi revelado em uma grande marcha, ocorrida na quarta-feira passada, que reuniu mais de cinco mil pessoas no centro de Brasília, rumo ao Ministério de Desenvolvimento Nacional, órgão responsável pelo programa Minha Casa Minha Vida.

“Foi o maior movimento popular ocorrido em toda a história política dos municípios do Entono, em especial de Águas Lindas, onde participaram mais de três mil pessoas da cidade, entre trabalhadores, pais de famílias e empresários. O resultado foi a  conquista da retomada dos recursos necessários para fomentar o setor da construção civil”, afirmou o secretário de habitação.

Os recursos prometidos pelo Ministério de Desenvolvimento Nacional, foi para atender a demanda de 9 mil unidades residenciais no estado de Goiás.

Embora os recursos não sejam suficientes para levar o programa até o final do ano, o movimento foi alentador e considerado pelos construtores, uma vitória por atender uma situação pontual de emergência.

Giovani Machado explicou que foi feito um remanejamento de recursos de R$2,2 bilhões para o estado de Goiás, além disso, foi feito um aporte de R$112 milhões para o pagamento dos subsídios.

Giovane Machado disse, que é necessário que se mude a metodologia na elaboração do orçamento do programa habitacional,  para  garantir o emprego de milhares de trabalhadores, o acesso a casa própria e a vitalidade dos cofres públicos das cidades do Entorno.

Ele apontou que a realidade de Goiás é diferente dos demais estados da federação, por atender parte do déficit habitacional do Distrito federal. “ A conta não fecha por causa disso”, afirmou o secretário de habitação.

O secretário  anunciou ainda,  que irá defender mudanças na metodologia do programa habitacional dentro de uma audiência  pública a ser realizado pelo governo federal no próximo mês.

Ele não para, não para!

COMPARTILHAR AGORA

 

Pobre vai ter que alugar imóvel do “Minha Casa Minha Vida” ao invés de comprar

No novo programa Minha Casa Minha Vida, que deve ser anunciado pela administração Jair Bolsonaro …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.