O PLANO DE IBANEIS| Demissões voluntárias devem ocorrer na CEB, Terracap, Novacap e Caesb

|Por Toni Duarte||RADAR-DF

O governo do Distrito Federal deverá desembolsar quase 1 bilhão de reais com o plano de demissão voluntária das estatais que mais dão prejuízos aos cofres públicos e pela prática  dos altos salários. Novacap, CEB, CAESB e Terracap estão na mira do PDV  do Buriti em 2020.

 

O governador Ibaneis Rocha deve iniciar o ano de 2020 com a implantação do Plano de Demissão Voluntária com o objetivo de enxugar a pesada folha de pagamento de pelo menos quatro empresas públicas do GDF.

Um decreto do PDV deverá ser publicado ainda este mês e junto com ele toda a orientação ao servidor público de como  pode aderir ao programa.

O servidor que tiver o pedido de PDV aprovado terá assegurada indenização correspondente ao tempo trabalhado.

Os programas de demissão voluntária (PDVs) são vistos pelos técnicos da área econômica como a forma mais segura de se fazer os enxugamentos e com um custo relativamente baixo.

Cálculos da equipe econômica do GDF apontam ainda  que é possível encerrar o ano de 2020 com um grande número de servidores optantes do PDV.

Em levantamento feito pela Secretaria de Economia do Distrito Federal, as estatais que estão na mira do PDV possuem uma enorme quantidade de funcionários sem atividade definida.

Ou seja, tem mais servidores do que trabalho para fazer.

Atrelado ao inchamento do quadro funcional as referidas empresas são as campeãs dos supersalários. Grande parte dos funcionários envelheceu e passa da idade de se aposentar.

COMPARTILHAR AGORA

 

ATENÇÃO| Indicação do Nota Legal para descontos começa neste sábado

Os contribuintes que pretendem utilizar os créditos do programa Nota Legal para abatimento no IPTU …