O prefeito da sétima mais populosa cidade do Goiás, assegura que a crise está sendo dissipada e que investimentos em obras estruturantes começam a surgir para gerar mais emprego ao povo

Pabio Mossoró diz que economia de Valparaíso voltou a crescer

|Por Toni Duarte||RADAR-DF

Pabio Mossoró, prefeito de Valparaíso, a sétima cidade mais populosa de Goiás, disse que apesar de ter assumido um município com muitas dívidas, conseguiu nestes três anos de gestão, superar as dificuldades, alcançando o equilíbrio das contas públicas. “Agora vamos investir pesado em obras estruturantes e em políticas de geração de emprego e renda por meio de incentivos voltados ao setor produtivo”, destacou o prefeito.

 

Em 2017, ao assumir a prefeitura de Valparaíso, Pabio Mossoró desanimou com o tamanho do rombo deixado pela gestão anterior, o que tornava quase impossível pagar as dívidas e fazer com que os serviços essenciais como saúde e educação funcionasse a contento.

Com a sua gestão e três anos de intenso trabalho, o município que se encontrava a beira de um colapso fiscal, voltou a crescer no Entorno de Brasília e o desemprego começou a diminuir.

“Foi um grande desafio. O equilíbrio fiscal foi a chave para o crescimento”, sustentou o prefeito nesta quinta-feira (18/10), em conversa com o Radar-DF.

Ele disse que apesar de ter uma folha de pagamento em torno de R$12 milhões, no entanto o funcionalismo está rigorosamente com os salários em dia mesmo diante da crise econômica que afeta o Estado de Goiás e o país.

“Temos a clareza que a responsabilidade fiscal é uma das mais importantes políticas de governo por ser impossível sustentar os gastos públicos com uma receita completamente estagnada como eu encontrei no início da minha gestão. Isso foi superado. Agora é a hora de fazer as grandes obras estruturantes e atrair a confiança de investidores internos e externos como meio de impulsionar a economia.”, apontou.

Pabio disse que a gestão municipal vem cada vez mais aumentando o estimulo focado no setor produtivo que tem sido um grande parceiro do município na geração de renda e emprego para a população.

“Queremos atrair novos negócios e manter quem já está estabelecido em Valparaíso oferecendo incentivos para que as empresas decidam se instalar no município. Antes, aqui na cidade, para que uma pessoa pudesse abrir uma empresa, demorava mais de 1 ano. Hoje, em dois meses os empreendedores conseguem fazer isso”.

A capacitação dos servidores e a implantação de novas tecnologias foram os investimentos cruciais para fortalecer o setor produtivo do município, segundo Mossoró.

“Hoje temos grandes investidores que são parceiros do município e que estão ajudando a economia se fortalecer.

Embora não pertença ao grupo alinhado ao governador Ronaldo Caiado (DEM), o prefeito Pábio Mossoró disse que a relação entre o Estado e o município tem sido “republicana”.

“A gente entende as dificuldades enfrentadas pelo governo de Goiás, mas aguardamos que o governador possa dar continuidade aos convênios feitos com o nosso município durante a gestão do ex-governador Marconi Perillo”.

O prefeito apontou que Valparaíso teve que assumir sozinho o Banco de Olhos conveniado com o governo do Estado para não fechar.

“Assumimos também uma obra de 600 mil reais do Corpo de Bombeiros, bancamos sozinhos a ampliação da iluminação pública e a manutenção do transporte escolar. Esperamos que o governador, dentro de suas possibilidades, possa manter todos os acordos conveniados com o nosso município”, afirmou o prefeito.

COMPARTILHAR AGORA

 

Kajuru chama senador de “bandido”, “covarde” e “canalha” após vitória no STF

O senador Jorge Kajuru (PATRI-GO) comemorou a vitória sobre Vanderlan Cardoso (PP-GO) nesta quinta-feira (5) …