PROPINA DA JBS: Rollemberg pode ser o terceiro governador do DF a pegar cadeia

Na esteira da Odebrecht desceram para os cárceres da Polícia Federal, na semana passada, com prisões temporárias, um vice e dois ex-governadores do Distrito Federal, todos encalacrados no rumoroso caso de propinas do Estádio Mané Garrincha. Agora, o mesmo fantasma da cadeia ronda as noites mal dormidas do governador Rodrigo Rollemberg que teve a candidatura financiada com propinas da JBS/Friboi que, por sua vez ,roubava dos cofres públicos

 

icardo Saud, executivo da J&F, holding controladora da JBS, não economizou nas informações que prestou durante delação premiada que abalou a República por envolver diretamente o presidente Michel Temer que pode cair a qualquer momento.

De quebra, as revelações bombásticas dos quadrilheiros da Friboi atingiram também o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e mais 16 governadores, entre eles o socialista que gosta de luxo e dinheiro, Rodrigo Rollemberg.

Conforme a documentação entregue por Saud ao Ministério Público Federal, a campanha de Rollemberg teria sido turbinada com R$ 852.832, propina disfarçada de doação oficial em 2014.

A JBS, segundo revelações de seus executivos e proprietários foi a grande distribuidora de propinas que irrigaram as campanhas de partidos e candidatados que ajudou a eleger 16 dos 27 governadores que tomaram posse no cargo no ano seguinte.

Uma lista manuscrita foi apresentada por Ricardo Sauf ao MPF onde aparece os nomes dos governadores, entre eles Rodrigo Rollemberg, que teriam recebido dinheiro de forma ilícita.

A propina da JBS, aceita de bom grado pelo governador de Brasília, veio dos cofres públicos, mesma fonte de onde saíram os quase R$ 2 milhões, também de propinas, dados para a campanha de Rollemberg por três empreiteiras alvo da Lava Jato. De acordo com registros do TSE, foram R$ 200 mil da Odebrecht; R$ 500 mil da Andrade Gutierrez, repassados por meio da direção do partido; e R$ 1 milhão da Via Engenharia.

Pelo andar da carruagem, Rodrigo Sobral Rollemberg pode ser o terceiro governador do Distrito Federal a experimentar a cadeia. Porém, ainda é uma dúvida de quando isso poderá acontecer. Agora, ou no futuro próximo.

Segundo informações apuradas por Radar, desde do dia que se tornaram públicas as delações premiadas das executivas da JBS, com o nome de Rollemberg aparecendo na lista manuscrita como beneficiários da propina, tem incomodado bastante o socialista. O medo de ter o mesmo destino de Arruda, Agnelo e Filippelle atormenta as noites do governador de Brasília.

Após ganhar as eleições e assumir o mandato, de 2015 até o momento, o portal da Transparência do GDF aponta que os quadrilheiros donos da Friboi faturou, até o momento, R$ 12,5 milhões, em serviços prestados à SEDF, de um total de R$ 20,3 milhões empenhados. Os pagadores de propinas estão incluídos no grupo daqueles que sustentam que não existe almoço de graça.

COMPARTILHAR AGORA

 

EPTG terá faixa invertida a partir da próxima segunda-feira

Com a intenção de desafogar o trânsito, o Governo do Distrito Federal inicia, na próxima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.