Protesto de Bia Kicis contra o governo Ibaneis foi um fiasco

Bia Kicis, deputada federal eleita que obteve  86.415  votos nas últimas eleições, fracassou na convocação de uma manifestação contra o governo Ibaneis ocorrida nesta sexta-feira (04/01), na frente do Palácio do Buriti. Os organizadores esperavam duas mil pessoas ao evento politico ideológico, mas apenas 25  atenderam ao chamado da deputada que se diz contra a ideologia de gênero nas escolas, metodologia que não será usada pelo governo Ibaneis, diga-se de passagem

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Apesar das eleições ter se findado há exatos 38 dias, no entanto, a deputada federal Bia Kicis ainda não se deu conta que está na hora de descer do palanque e se preparar para ajudar o governo Bolsonaro que terá que enfrentar os milhares de problemas deixados por gestões desastradas que levaram o país ao fundo do poço.

Nos últimos dois dias, a deputada bolsonarista gravou um vídeo ao lado do advogado ativista Miguel Nagib, fundador do movimento Escola sem Partido e de um ex-candidato ligado ao PRP, convocando um ato de protesto contra o recém-empossado governo Ibaneis.

Veja no Vídeo:

O pano de fundo, de acordo com a convocação da parlamentar, estava em uma suposta implantação da ideologia de gênero nas escolas do DF.

O ato convocatório com início às 15 horas desta sexta-feira, na praça em frente ao Buriti, apesar da intensa propaganda feita pelas redes sociais, apenas 25 pessoas atenderam ao chamado da deputada.

O que deveria ser feito no meio da praça a pequena concentração se formou na frente do palácio do Buriti.

Apesar de saber que o secretário de Educação Rafael Parente tenha garantido que as suas convicções pessoais não serão tratadas dentro do âmbito institucional da pasta e que a política programática do governo Ibaneis Rocha, voltada para a educação do DF, não inclui ideologia de gênero, mesmo assim, Bia Kicis, resolveu protestar sob um assunto já enterrado.

No final do mês passado, para rebater críticas de setores conservadores do DF, o secretário de Educação fez uma coletiva de imprensa onde  reiterou  que seguirá o que foi prometido por Ibaneis Rocha durante a campanha,  que não implantaria kit-gay nas escolas (relembre aqui a entrevista de Rafael Parente sobre o assunto).

Para o novo governo do DF, o estranho movimento de Bia Kicis  exala  má-fé, antes mesmo de estrear na atividade parlamentar, comportamento que contamina a maioria dos políticos, independentemente da linha  ideológica, credo ou cor partidária.

COMPARTILHAR AGORA

 

Após sangrar muito, Câmara Legislativa desiste de comprar carros de luxo

A Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal decidiu revogar o certame licitatório que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.