ROLLEMBERG DÁ CALOTE E FAZ EMPRESA SUSPENDER ALIMENTAÇÃO A HOSPITAIS

Um calote em torno de mais de R$ 10 milhões fez a empresa Sanoli, suspender a partir desta terça-feira(29/05), o fornecimento de alimentação hospitalar para servidores da rede de saúde do Governo do Distrito Federal. Em nota a empresa afirma ainda que a medida será estendida também aos mais de cinco mil pacientes internados nas unidades hospitalares caso o governo não pague o que deve

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Depois de tomar a medida estúpida de fechar todas as unidades básicas de saúde nesta segunda-feira (28), por onde são atendidas cerca de 11 mil pessoas por dia, agora o desastrado governo de Brasília pode deixar os mais de 12 mil funcionários, bem como todos os acompanhantes dos pacientes sem alimentação.

A empresa Sanoli- Industria e Comercio de Alimentação anunciou por meio de um comunicado enviado a Secretaria de Saúde do DF que a partir desta terça-feira (29), estará suspendendo o fornecimento de refeições nas unidades hospitalares.

Segundo ainda o comunicado inicialmente os funcionários deixarão de receber o almoço.

Os acompanhantes de pacientes também não terão as refeições. A alimentação aos internados continua sendo mantida “enquanto for possível”, destaca a nota.

A empresa afirmou que insistentemente tem percorrido todos os caminhos administrativos e burocráticos na busca de uma solução para o pagamento de faturas em atraso.

A empresa  há quase 60 dias lutando para receber os mais de R$ 10 milhões pelo fornecimento de refeições aos hospitais, o que leva a empresa a enormes dificuldades para adquiri os insumos.

Novas atualizações

A nota da Sanoli sobre a  suspensão de refeiçoes a servidores da saúde, a partir desta terça-feira, obrigou a  direção do Hospital de Taguatinga a se antecipar no aviso. Os servidores afirmaram ao Radar que a situação é critica e que o governo age com irresponsabilidade.

COMPARTILHAR AGORA

 

EMPREGO: EMPRESA DE TECNOLOGIA ABRE 30 VAGAS PARA DESENVOLVEDORES EM BRASÍLIA

Mais de 500 profissionais, unidades em três estados brasileiros e crescimento constante fazem parte da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *