VALDIR MIRANDA DIZ QUE É PRECISO DERROTAR OS NEGOCISTAS DA POLÍTICA

Lutar por políticas estruturantes que visam melhorar a vida da população é o objetivo do economista e advogado Valdir Miranda, que se filiou, pela primeira vez, a um partido político, o PPL, para disputar como pré-candidato a deputado federal uma das oito vagas que pertencem ao DF na Câmara Federal. Ele disse que o povo tem que derrotar as castas que transformaram a política em um balcão de negócios no país

Por Toni Duarte//RADAR-DF

Avesso ao debate radical ideológico entre esquerda e direita, Valdi Miranda, acredita que pode contribuir na luta pelo resgate dos valores nacionais e fim da corrupção generalizada que assola o país, bem como para contribuir com o fim dos oligopólios políticos que se encontram instalados no cenário nacional.

O pré-candidato pelo Partido Pátria Livre, afirma que há muitas décadas, a política brasileira tem sido comandada por verdadeiras castas de parlamentares que vem se sucedendo sem dar espaço para novas ideias e tendências políticas.

“O resultado disso é esse mosaico de infortúnios onde políticos carreiristas exploram a política como um verdadeiro balcão de negócios”, disse.

Valdir Miranda afirmou que o seu partido, o PPL, representa o anseio maior da população por um Brasil livre das mazelas políticas que corroeram os recursos destinados a saúde, a educação e investimentos públicos em favor do povo.

Segundo Miranda, é preciso levar a indignação dos cidadãos para dentro da política, livre da sopa de letrinhas e cores das correntes ideológicas que nada fizeram em favor do povo, apesar das promessas e propostas antes da assunção dos cargos eletivos.

Ele sustenta que para atender aos anseios do povo não bastam promessas, tem que haver seriedade e, acima de tudo, o comprometimento pessoal com as necessidades e carências deste universo de pessoas.

“Meu ideário político não contempla a apologia à esquerda ou à direita das vertentes políticas do cenário nacional, mas sim o atendimento da esperança da população por dias melhores”, afirmou.

Como morador de condomínio da região do Jardim Botânico, o advogado Valdir Miranda se tornou um ferrenho crítico do Estado por tratar mais de 1 milhão de pessoas que moram em condomínios no DF como contraventores.

“A regra de todos os governantes do DF, nos últimos 30 anos, tem sido a de fechar os olhos para uma situação grave que favorece a grilagem e as invasões. O GDF se nega a promover a regularização fundiária, tão necessárias para garantir a segurança jurídica das famílias que representam um terço da população de Brasília que residem em condomínios”.

Para Valdir Miranda, há uma conivência proposital do Estado que cobra impostos como IPTU, taxa de água e luz dessas áreas irregulares, sem oferecer nenhuma contrapartida como a viabilização de polticas habitacionais para a população.

“Brasília foi projetada para 500 mil habitantes até o ano 2.000. Hoje temos mais de três milhões de pessoas, sendo que quase a metade dessa população mora em condomínios irregulares por falta de uma política habitacional e da falta da aplicação das leis criadas para promover a regularização fundiária do DF”, lembrou.

Por fim, Valdir Miranda disse que a sua principal bandeira, caso passe pelo teste das urnas, é tornar o mandato como um instrumento de consulta popular sobre temas fundamentais que sejam importantes para Brasília e para o Brasil.

COMPARTILHAR AGORA

 

Você acredita? Kkkkk… Correio Brasiliense diz que Rollemberg ganha

Uma pesquisa “encomendada” pelo falido jornal Correio Brasiliense, um puxadinho do Buriti, revela nesta quinta-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *